FABRICAÇÃO DE CERVEJA ARTESANAL – 10 ERROS QUE VOCÊ TAMBÉM PODERÁ COMETER

Uma coisa é certa quando se trata de fabricação de cerveja artesanal…é errando que se aprende.

Esses erros são inevitáveis quando se está aprendendo a arte de fazer cerveja artesanal.

No entanto porém, pode ser melhor aprender com os erros de outras pessoas certo?

Pensando nisso estamos oferecendo um chance de você aprender com os erros de fabricação de cerveja artesanal com outros cervejeiros artesanais.

Os erros não estão em um ordem particular, sua importância vai depender de cervejeiro para cervejeiro.

1. FALHA AO VERIFICAR AS CONEXÕES

Caso você esteja fazendo uma fabricação de cerveja com 100% grão e utilizar o esquema de bazooka na sua panela, não esqueça de verificar se a bazooka encontra-se devidamente engatada no local antes de colocar os grãos na panela, isso com certeza evitara um pequena dor de cabeça logo no começo da brassagem.

Outro erro muito comum é esquecer de verificar se a válvula no momento da transferência do mosto para a panela de fervura.

Mais tarde na hora de resfriar o mosto não se esquece de verificar se as mangueiras do chillher estão com as abraçadeiras bem apertadas evitando que líquido quente possa vir a espirrar em você.

2. DESORGANIZAÇÃO E FALTA DE HIGIENE

Deixar para separar no dia os equipamentos e os ingredientes que serão utilizados na receita é uma péssima ideia.

Procure organizar, separar e higienizar todos os utensílios (panelas, moinho, conexões, medidores) e ingredientes que serão usados e assim você diminuiu a chance de algo dar errado na receita.

Higiene é essencial para você fazer cerveja. Limpar os equipamentos de maneira eficiente é de extrema importância para evitar possíveis contaminações. Tomando esses cuidados sua receita tem tudo para dar certo.

3. BAIXA QUALIDADE DA ÁGUA

Apesar de ser o ingrediente mais barato e mais simples na receita a água não deixa de ser um ingrediente de muita importância na fabricação da cerveja.

Pense na água como sua tela em branco. A água da torneira é tudo menos uma tela em branco já que nela contém cloro, sólidos dissolvidos dentre outras substâncias que vão afetar o sabor.

Água para Fabricação de Cerveja Artesanal

Procure utilizar água filtrada ou mineral. Caso não consiga outra opção, ferva a água da torneira mesmo e após a fervura deixe esfriar em um recipiente com tampa para prosseguir com a receita.

4. NÃO SEGUIR AS INSTRUÇÕES DA RECEITA

Cervejeiros experientes têm uma coisa em comum: precisão. Isso sem dúvidas é primordial para o sucesso da receita.

Iniciantes muitas vezes não conseguem fazer medições precisas dos ingredientes, normalmente resultado da impaciência, falta de experiência ou por não ler com atenção as instruções da receita. Atenção é tudo.

5. COMECE SIMPLES

No começo é comum criarmos grandes expectativas e já pensar em iniciar com receitas mais avançadas ou produzir grandes quantidades de cerveja.

Para evitar possíveis frustrações tente começar com receitas mais simples como a Pale Ale e a Weiss. Seus sabores são mais fáceis de camuflar possíveis falhas durante a produção.

Com o tempo arrisque receitas mais complexas pois você já terá conseguindo aumentar sua experiência e conhecimento.


Se estiver gostando desse artigo não se esqueça de assinas nossa news para receber as novidades do blog.

Novidades Prazeres da Casa

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>


6. NEGLIGÊNCIA NO CONTROLE DE TEMPERATURA

O controle de temperatura é vital para produzir cervejas de boa qualidade. Iniciantes muitas vezes não conseguem monitorar as temperaturas durante o processo de fermentação.

Temperatura excessiva pode aumentar o teor alcoólico ou deixar a cerveja com sabor muito adocicado.

Cervejeiro o termômetro é seu grande aliado na produção de cervejas.

Termômetro para Fabricação de Cerveja Artesanal

6. FERVER OU FERMENTAR EM UM RECIPIENTE PEQUENO

Se você está fervendo ou fermentando sua cerveja você precisa de um headspace.

Quando o mosto se aquece, ele se expande. Inclusive muito cuidado ao adicionar o lúpulo no começo da fervura pois é perigoso transbordar a panela.

Erros ao produzir cerveja artesanal

A fermentação primária resulta em uma camada espumosa chamada de krausen, e é necessário espaço na cabeça do fermentador caso isso aconteça.

Isso acontece principalmente em cervejas com gravidade muito alta

7. VIRAR AS COSTAS PARA PANELA DE FERVURA

O transbordamento da panela de fervura ocorrer em segundos, principalmente no momento da primeira adição de lúpulo.

O mosto derramado fica queimado no queimador e no exterior da panela, e o fedor pode durar por dias.

Além disso, você perde ingredientes, alterando sua receita, geralmente para pior.

DICA: Desligue o fogo antes da primeira adição de lúpulo, eles tendem a causar esse tipo de transbordamento.

8. PITCHING DO FERMENTO

O mosto cervejeiro é um meio de crescimento ideal para leveduras e bactérias.

Inocular o fermento logo que o mosto é resfriado e oxigenado pode evitar que qualquer bactéria possa começar a trabalhar antes da levedura cervejeira.

Uma cultura de levedura saudável vai dominar e levá-lo ao sucesso, mas deixado o caminho livre para se multiplicar sem concorrência.

É entendido que o under-pitch produz stress no fermento, o que pode acarretar em sabores indesejados. E que o over-pitch pode produzir uma cerveja mais clara e as vezes aguada

  • Under pitching — quantidade menor de fermento.
  • Normal pitching — quantidade esperada de fermento.
  • Over pitching — quantidade exagerada de fermento.

9. ENGARRAFAMENTO PRECOCE

Você precisa ter certeza de sua fermentação completa antes de engarrafar sua cerveja, ou você pode correr o risco de estourar garrafas.

Não confie na atividade do airlock; Tome uma leitura da gravidade com seu densímetro ou refratômetro.

Outra coisa que pode causar o estouro de garrafas é a quantidade de prime.

A quantidade indicada é de 6 g de priming por litro de cerveja; variando de estilo para estilo.

Meça cuidadosamente a quantidade de açúcar que irá utilizar.

Com pouco açúcar sua cerveja poderá ficar pouco carbonatada e com muito talvez suas tampinhas podem sair voando no momento de abri a garrafa.

9. NÃO MANTER A DISCIPLINA DURANTE A BRASSAGEM

A – Segurança em primeiro lugar.

Fazer cerveja é divertido, e é uma boa maneira de passar uma tarde com seus filhos ou alguns amigos, mas há muitos riscos que devem ser atenuados.

Um acidente grave pode tirar toda a diversão do dia do preparo e pior, vários galões de mosto fervente podem causar lesões que ameaçam a vida.

Há grandes quantidades de líquido fervente, chamas, eletricidade, bombas, objetos de vidro pesado, como garrafões, e produtos químicos potencialmente tóxicos, como no kit de teste de água.

Você precisa manter a cabeça limpa e estar seguro, e então você terá um bom tempo.

B – Controle de temperatura

Fazer cerveja é arte, mas também é química.

Certas coisas desejáveis ​​acontecem dentro de determinadas faixas de temperatura, mas o excesso e o sub-disparo de uma temperatura do mosto ou fermentação pode arruinar uma cerveja.

C – Controlar o pH do mash.

Taninos são compostos adstringentes extraídos da casca do grão durante a brassagem, se o ph ou a temperatura ficaram fora do padrão adequado

Os números ideais variam com base na receita, mas geralmente você quer manter o pH entre 5,2 e 5,5, e a temperatura na casa de 66 graus.

D – Sanitização

Há um ditado que é difícil fazer cerveja ruim, mas isso é assumindo que você tenha uma boa fermentação.

Em outras palavras, você poderia ter preparado a receita de uma Brown Ale, mas acabou com um Amber, e assim você não conseguiu alcançar o que você se propôs a fazer, mas se for uma boa Amber, você ainda tem uma boa cerveja.

Mas se sua cerveja ficar infectada, isso é ruim.

Não existe sanitização excessiva

Pode ser mais do que é necessário, mas o único dano é o desperdício de tempo e materiais.

Saneamento ruim, por outro lado, pode arruinar todo o lote.

Certifique-se de que seu equipamento está limpo primeiro, e depois higienizado.

Limpe-o para remover partículas de alimentos, que podem abrigar bactérias.

BÔNUS. FAZER CERVEJA BÊBADO

Este fator afeta tudo mencionado anteriormente.

Deixa seu checklist pronto, equipamentos sanitizados, ingredientes pesados ​​e alinhados, e todo seu preparo feito.

Você começa a mostura, atinge a temperatura de sacaraficação e abre a primeira garrafa.

Pelo menos comigo é assim, não sou tomar uma cerveja só; e ai que mora o perigo.

Depois de 120 minutos as coisas podem estar um pouco embarassadas.

Você começa sua transferência do mosto para a fervura e percebe que esqueceu de fechar a válvula da panela da fervura

Ou então você faz a leitura errada da gravidade da fervura e adiciona mais DME do que o necessário e esquece de agitar o açúcar para dissolver no mosto e quando percebe o açúcar camarelizou no fundo….

Entre outras tantas histórias que podemos contar aqui.

Apenas lembra-te; Não beber em excesso durante a brassagem.

Se você é uma pessoa controlada, ok.

Caso não seja, envie pra gente sua história de brassagem que talvez podemos mencionar você no próximo post

Não se esqueça de se inscrever na nossa newsletter para receber as novidades do blog.

Novidades Prazeres da Casa

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

Fontes:

http://www.homebrewtalk.com/10-worst-homebrewing-mistakes.html

http://www.brewzil.com.br/n/j9ckt