Como prevenir mofo na planta de cannabis?

Ao cultivar você precisa se manter atento a todo e qualquer sinal de que algo está errado no cultivo, facilitando a correção do problema.

O mofo é um problema sério e muito comum e que todos os cultivadores podem enfrentar. Veja como identificar e tratar o mofo na planta de cannabis.

Identificando o problema

Botrytis Cinerea (podridão cinzenta)

Esse é um tipo de mofo que se inicia a partir do caule da planta, isso acaba dificultando a detecção. Os primeiros sinais notados são quando as folhas começam a murchar, perder a coloração e secar.

Após uma inspeção mais detalhada você poderá observar o crescimento de uma penugem entre os buds, geralmente de coloração cinza, azul esverdeado ou branco. Em estágios avançados eles podem ficar com aspecto escuro.

Foto Reprodução: https://www.growweedeasy.com/cannabis-plant-problems/bud-rot

Esse tipo de mofo pode se espalhar para outras plantas. Podem ser transportados com pouquíssimo vento, por isso evite respirar esse esporos e afaste das outras plantas.

O botrytis pode atacar caules, folhas e plantas jovens inteiras, mas isso é não é muito comum. Verifique suas plantas regularmente.

Oídio

O oídio aparece como uma fina camada de mofo branco nas folhas da planta incialmente, antes de se espalhar por toda a planta.

Foto Reprodução: http://www.cannabismagazine.es/digital/el-oidio-en-el-cannabis

Esse tipo de fungo incide a fotossíntese, matando lentamente a planta por falta de energia.

Esse é um tipo de mofo difícil de detectar precedente, uma característica inicial são o aparecimento de pequenos inchaços nas folhas infectadas. Assim como o botrytis, ele também produz esporos negros em estágios avançados, que também podem se transportar através do ar para outras plantas.

Esse dois tipos de mofos ocorrem em ambientes fechados e ao ar livre.

Ambas as doenças precisam de um conjunto de fatores antes de se desenvolverem nas plantas, por isso vamos ver como prevenir.

Prevenção

A melhor maneira de evitar doenças em sua planta de cannabis é prevenir.

Para que esses tipos de mofos infectem seu grow são necessários três condições:

  • Umidade
  • Baixas temperaturas
  • Ar estagnado

Uma forma de evitar é garantir que nenhuma dessas condições persista por muito tempo.

Em ambientes fechados fica muito fácil de controlar e evitar esses tipos de problemas. Consideramos uma temperatura baixa, inferior a 20°C. Um bom sistema de ventilação garante uma movimentação constante do ar, outra dica é evitar superlotação de plantas permitindo o fluxo de ar.

O controle da umidade no grow é essencial para manter o cultivo saudável, sem riscos de doenças.

Cultivo em ambientes externos já se torna um pouco mais difícil de controlar. É importante escolher o local de cultivo com atenção, e ter uma boa estrutura para casos de chuvas em excesso.

Tratamento

Se não foi possível a prevenção, você terá poucas opções para o tratamento.

Primeiro considere se vale a pena tentar salvar a planta contaminada. O tratamento é difícil, e muitas vezes não é possível tratar e curar 100% uma planta infectada.

O que você consegue é manter a doença afastada enquanto partes saudáveis da planta crescem. Mas tenha em mente que isso pode contaminar o restante das plantas.

Outro detalhe importante é que uma vez que a infecção por mofos se instala no grow ou na sua estufa de cultivo, é muito dificil se livrar permanentemente. Em áreas externas, eles se deslocam de planta em planta, além de se reproduzirem no solo. Em ambientes internos os esporos ficarão nas paredes das tendas, vasos, pisos e qualquer outra superfície, podendo infectar futuras culturas também.

Para combater o botrytis pode ser combatido com o uso de sprays biológicos, mas não é uma solução definitiva para esse problema.

Já no caso de infestação por oídio, remova as folhas infectadas e mova a planta para um ambiente quente com baixa umidade. Faça a pulverização da planta com fungicidas especializados no combate ao oídio.

Lembrando que ao utilizar fungicidas a qualidade final dos buds será afetada – alterando o sabor, aroma e qualidade da fumaça. Fungicidas químicos contêm cobre ou enxofre, então muito cuidado.

No tratamento ao oídio você pode usar essa receita natural.

  • Adicione duas colheres de chá de vinagre de maçã em 1 litro de água e borrife em todas as plantas contaminadas.

O melhor é você analisar se vale a pena o risco de manter e tratar a planta ou eliminar as plantas infectadas e começar novamente.

Fonte: Royal Queen Seeds