queimaduras na planta de cannabis?

Este é um problema muito comum para quem faz cultivo indoor. Embora a correção não mostre resultados imediatos, esse é um tipo de problema que sua planta pode sobreviver facilmente.

Existe também a possibilidade de que isso ocorra em cultivo externo, mas são em situações muito especificas. Busque por outros problemas que causem sintomas parecidos. A cannabis é uma planta que se desenvolveu bem o suficiente para lidar com alterações de luminosidade e calor do sol.

Mas caso seja de fato uma queimadura devido ao sol, uma das possibilidades é se você cultivou a planta na sombra e após um tempo a transferiu para a luz. Nesses casos a planta eventualmente morrerá.

Como identificar o problema?

  • Buds branqueados

Um sintoma que você consegue facilmente identificar de queimadura leve é o branqueamento dos bugs. Isso acontece quando as flores estão muito próximas das luzes de alta potência do seu grow.

Foto Reprodução: https://www.growweedeasy.com/cannabis-plant-problems/light-burn

Isso pode tornar seus buds inúteis, uma vez que o calor degrada os canabinoides presentes na resina, fazendo com que percam potência, aroma e sabor.

  • Folhas amarelas

Folhas amareladas são outro sinal que sua planta está sofrendo com queimaduras leves. Mas fique atento, pois folhas amarelas também podem significar uma deficiência de nitrogênio.

Foto Reprodução: https://magazine.grasscity.com/light-burn-on-marijuana-plants-2117/

As folhas com deficiência de nitrogênio começam a murchar e caem por conta própria, enquanto as folhas queimadas pela luz são difíceis de arrancar.

  • Pontas curvadas

Outro sinal que é possível perceber no início do problema são as pontas das folhas. Elas começam curvar para cima. Esse é um sintoma que (talvez) você vai perceber somente quando ela já começa a amarelar.

Foto Reprodução: https://www.growyour420.com/leaves-turning-yellow/

Como corrigir o problema?

O primeiro passo é aumentar a distância das plantas das luzes do grow. Mude a planta ou as luzes de lugar. Leve em consideração as áreas mais afetadas de cada planta ao escolher o novo local para elas.

Outra opção é remover algumas lâmpadas.

Caso você não tenha espaço para a mudança de lugar das plantas, tente diminuir a temperatura do ambiente de cultivo. Faça isso gradativamente e sempre mantenha a temperatura consistente, a planta leva um certo tempo para se ajustar. Mudanças bruscas podem causar estresse a planta e isso pode piorar ainda mais a situação.

Além dos cuidados de rega e nutrição da planta, sempre cuide bem do ambiente de cultivo da planta. Importante notar também que os fertilizantes orgânicos, ao contrário do agrominerais, tendem a não queimar as plantas quando pulverizados na regra.

Como evitar queimaduras de luz?

Você pode controlar e evitar que esse tipo de problema aconteça utilizando um luxímetro para medir a quantidade de luz que sua planta receberá.

Esses dispositivos são muito úteis já que oferecem leituras sobre a intensidade da luz transmitida em qualquer parte da planta.

A faixa ideal considerada saudável para as plantas de cannabis é entre 35.000 a 70.000 lux na fase vegetativa e 55.000 a 85.000 durante a floração.

Caso perceba algum dos sintomas acima e seu medidor fornecer dados acima dos valores citados procure afastar as plantas da luz.

Fontes: Grow Weed Easy/Royal Queen Seeds

Até a próxima…

Processando…
Sucesso! Você está na lista.