Como evitar 5 erros comuns no cultivo de maconha

As plantas de cannabis são muito resistentes. Ela cresce em diferentes climas e em diferentes ambientes de cultivo.

Para conseguir plantas com um resultado final de ótima qualidade não é uma tarefa simples, e muitos erros podem ser cometidos ao longo do caminho.

Veja como evitar 5 erros comuns no cultivo de maconha.

Supernutrição de plantas de cannabis

Esse é um erro clássico cometidos por cultivadores iniciantes, você vê suas plantas crescendo todos os dias mas está preocupado que os botões possam não estar se desenvolvendo rápido o suficiente.

Excesso de fertilizantes e substratos pode acabar matando suas plantas.

Os nutrientes vêm em duas formas: não orgânicos e orgânicos. Os nutrientes orgânicos provêm de composto, esterco e outros minerais refinados no solo. Eles se liberam lentamente no solo quando aplicados e não estão prontamente disponíveis para a planta absorver em excesso, o que significa que os nutrientes orgânicos são sua aposta mais segura para tentar evitar a supernutrição.

Excesso de água

Assim como o excesso de nutrição, água demais pode prejudicar o desenvolvimento ou até matar a planta.

O excesso de rega fará com que as raízes da planta sufoquem e morram. Depois esse aprodrecimento das raízes se instala, é quase impossível remover e você terá que começar seu cultivo de novo.

Para evitar esse contratempo, verifique se a parte superior do solo está seca, ou levante os vasos para ter uma idéia do peso deles.
Meça quanta água suas plantas recebem e desenvolva um cronograma, À medida que aumentam, você pode aumentar a quantidade de água, mas sempre com cuidado.

Controle de temperatura inadequado

Se você realiza cultivo interno, externo ou em uma estufa, você precisa estar totalmente consciente do seu clima. Temperatura e a umidade são cruciais para o desenvolvimento de maconha de qualidade.

Temperaturas muito baixas podem atrapalhar o crescimento de suas plantas e podem levá-las a morte. Já no caso de altas temperaturas, as plantas podem desenvolver estresse por calor. As folhas se enrolam como se estivessem se escondendo da luz ou do sol, e as plantas ficam fracas e cansadas. Com a temperatura alta constantemente a planta pode desenvolver brotos bem prejudicados ou acabar morrendo.

Mantenha o nível de umidade do seu jardim baixo. A umidade fornece um terreno fértil, a medida que a planta se desenvolve a umidade deve diminuir. Começar em torno de 60% e reduzir para cerca de 50% é geralmente considerado uma boa prática. Para controlar a umidade, use ventiladores e deixe espaços nas estufas para que o ar úmido possa ser expelido, se possível use desumidificadores.

Nível do pH alterado

Utilizar água muito ácida ou básica em seu jardim também é prejudicial. O ideal é que a água esteja entre um pH de 6,0 a 7,0. Esse nível de pH permite que suas plantas absorvam toda a fama de nutrientes que desejam.

Verifique regularmente o nível de pH da água, você pode comprar filtros para manter um nível específico de pH ou colocar aditivos na água para aumentar ou diminuir a acidez.

Sistemas elétricos mal instalados

Qualquer que seja o sistema elétrico que você esteja instalando para o seu jardim, verifique se ele está feito corretamente.

Um sistema confiável economiza tempo e dor de cabeça.

Fonte: Leafly