Clonar variedades automáticas de cannabis

As cepas de cannabis automáticas não podem ser clonadas, mas vamos mostrar que isso não é uma afirmação tão verdadeira assim.

Devemos considerar que a clonagem é uma ótima maneira de economizar, já que o cultivador não vai precisar continuar comprando sementes para o cultivo da mesma cepa de cannabis.

Clonar plantas de cannabis é um processo muito interessante. Já mostramos aqui como realizar esse procedimento.

Outra vantagem é a preservação da genética de uma variedade da planta. No entanto, o método de clonagem de cepas automáticas podem apresentar algumas limitações.

Uma delas é que as variedades automáticas de cannabis são difíceis, embora não impossíveis de serem clonadas.

As variedades automáticas têm algumas vantagens sobre as cepas tradicionais, como tamanhos compactos e tempo rápido de crescimento.

Diferenças entre as variedades automáticas e tradicionais

Para descobrir por que os produtores não vêem resultados impressionantes ao tentar clonar linhagens de cannabis automáticas, precisamos observar o que diferencia essa variedade de plantas das demais. As cepas automáticas fazem exatamente o que o nome sugere – elas florescem automaticamente com base no tempo, e não nos fatores ambientais como cepas tradicionais.

As plantas tradicionais (também chamadas de fotoperiódicas) requerem uma mudança na quantidade de luz que recebem a cada dia para passar da fase vegetativa para o estágio de floração.

Foto Reprodução: https://2fast4buds.com/temp/img_upload/bg_0a08ff048cc8a9076982c7bf733f4e50.jpg

Cepas automáticas evoluíram nas regiões norte do mundo, região que há menor incidência de luz solar ao longo do ano. Isso as levou a desenvolver a capacidade de florescer automaticamente durante certos períodos de tempo.

Essa característica torna as cepas automáticas mais atraentes para producentes iniciantes que não precisam passar pela tarefa de mudar o ciclo de luz para iniciar o florescimento e obter um rendimento bem sucedido de buds de alta qualidade.

O que essa diferença genética significa no cultivo?

Como dissemos anteriormente, a clonagem resulta em uma cópia idêntica da planta mãe, cada característica é passada para a nova planta.

O corte seguirá o mesmo cronograma genético da mãe e continuará se aproximando do estágio de floração, independentemente de seu tamanho e desenvolvimento. No caso das cepas automáticas, isso resulta em plantas pequenas e subdesenvolvidas com rendimentos menores do que plantas fotoperiódicas.

Foto Reprodução: https://www.zamnesia.com/img/cms/Blog/Clones_from_Autoflowering/Possible_clones_from_an_auto_cutting.png

Variedades tradicionais são superiores quando se trata de clonagem. Se o corte for feito durante a fase vegetativa e o ciclo de luz permanecer o mesmo, ele terá a chance de crescer e florescer dentro da fase vegetativa. Somente quando a planta atingir o tamanho ideal, o produtor poderá mudar o ciclo de luz e iniciar o estágio de floração.

Então a clonagem pode ser feita?

Alguns produtores afirmam ter clorado com sucesso variedades automáticas. A clonagem de uma planta assim é realmente possível, mas não espere um excelente resultado.

Fonte: Royal Queen Seeds