CANNABIS MEDICINAL – O FUTURO DOS VAPORIZADORES DE ERVA ELETRÔNICOS

Tempo de leitura: 5 minutos

Cannabis Medicinal - Vaporizadores de Erva

Os vaporizadores começaram a serem lançados por volta do de 1990 juntamente com outras raridades como: telefone para carro, Sega Genesis e o primeiro navegador de internet.

Ele chega a ser parecido com um telefone celular, seu design evoluiu muito nas últimas décadas ficando cada vez mais inteligente e poderoso.

Vamos ver nesse artigo um pouco sobre a evolução tecnológica dos vaporizadores.

OS PRIMEIROS VAPORIZADORES DE ERVA TECNOLÓGICOS

Cannabis Medicinal - Vaporizadores de Ervas

Assim como outros aparelhos antigos, os vaporizadores de erva elétricos eram grandes, caros e apenas adotados por grandes entusiastas, sendo evitado pela grande maiorias do público.

Logo em seguida surgiu o Volcano, que estabeleceu um padrão de qualidade para os vaporizadores de erva abrindo um novo caminho para a vaporização.

Enquanto algumas pessoas ainda acham o Volcano o melhor método de vaporização, muitas foram eventualmente desiludidas pelo alto preço e pelo tamanho e peso do equipamento de inalação; logo a invenção de vaporizadores de erva portáteis era inevitável.

O Vapir trouxe mais inovação incorporando tecnologia de condução que usa menos energia, facilitando a adaptação do design compacto.

Quase todas as empresas do mundo seguiram o exemplo modernizando o estilo e inovando na tecnologia de condução facilitando a utilização dos vaporizadores.

OS PROBLEMAS DOS VAPORIZADORES  DE ERVA PORTÁTEIS

Cannabis Medicinal - Vaporizadores de Ervas Eletrônicos

Infelizmente a tecnologia de vaporizadores portáteis, finos e elegantes levou as empresas a um novo desafio.

Você já se perguntou porque mesmo depois de usar um vaporizador você ainda ficou com aquele gostinho de quero mais?

Pois bem, a diferença na qualidade do vapor vai depender do método de aquecimento.

Em vaporizadores de condução, o contato direto com a fonte de calor pode potencialmente cozinhar seu verdinho e desnaturar algumas substâncias ativas que trariam o efeito “high”.

Já em vaporizadores por convecção trata suas plantas de forma mais suave movendo o ar quente através da matéria vegetal.

Mesmo assim esses vaporizadores de erva não são perfeito, pois a convecção requer mais energia e torna os dispositivos maiores e mais pesados.

Mesmo os vaporizadores de ervas mais famosos com Volcano e Crafty, o vapor que fica dentro do compartimento vai perdendo potência.

Com a indústria da cannabis cada vez mais forte e usuários mais exigentes com os aromas e sabores obtidos, a tecnologia de vaporizadores de erva precisou também avançar nesse sentido.

OS VAPORIZADORES DE ERVA PODEM TIRAR O MELHOR PROVEITO DA PLANTA?

Cannabis Medicinal - Vaporizadores de Ervas

Da Blue Dream a White Widow para Girl Scout Cookies, cada variedade de cannabis medicinal tem uma combinação única de mais de 85 canabinóides ativos e mais de 100 diferentes combinações de terpenos criando uma experiência diferente de acordo com cada espécie.

Cada um desses compostos são ativados de acordo com uma temperatura adequada.

E como a vaporização permite que você experimento pro completo cada um desses compostos?

O desafio dos vaporizadores de ervas é a dispersão das temperaturas de ativação.

Elas podem variar de 104º C (THC-A) a 185º C (CBD).

Temperatura de consumo da cannabis

A maioria dos modelos atuais de vaporizadores de ervas apresentam ajuste de temperatura, mas você pode ainda utilizar uma temperatura de cada vez.

Então quer dizer que é possível utilizar a mesma erva em diferentes temperaturas?

A resposta é sim, essa é a nova tecnologia de vaporização por convecção dinâmica.

TECNOLOGIA DE VAPORIZADORES DE ERVAS POR CONVECÇÃO DINÂMICA.

Vaporizadores de ervas convecção dinâmica

A razão pela qual a convecção dinâmica funciona tão bem é que a temperatura muda com a respiração e enquanto inspira.

É simples, o calor estático cria um vapor estático, enquanto o calor dinâmico cria vapor dinâmico.

Ao vaporizar uma variedade de temperatura à medida que você inala, a convecção dinâmica extrai todos os ingredientes ativos e sabor de suas flores em uma única respiração, oferecendo um vapor completo com sabor sem precedentes.

Um desafio com a convecção dinâmica é que requer até 10 vezes mais potência do que a condução.

Isso significa que os modelos de convecção portáteis utilizarão as baterias com maior velocidade do que os modelos convencionais.

Dois veteranos do Vale do Silício entenderam esse desafio e inventaram o vaporizador de ervas por convecção dinâmica Firefly.

A tecnologia moderna de vaporização do Firefly é projetada para capturar cada canabinoide presente na planta.

Elementos de aquecimento oferecem temperatura dinâmica de acordo com a utilização do usuário.

Esse controle manual permite que você explore diferentes temperaturas em cada inalação, enquanto a frequência e a força da sua respiração desempenham papel direto na velocidade do aquecimento.

OS CONCENTRADOS E O FUTURO DA VAPORIZAÇÃO

O futuro dos vaporizadores de ervas

Continuaremos a observar melhorias na eficiência e controle de temperatura à medida que a indústria evolui.

Avanços recentes em técnicas de extrações estão alimentando um “boom” no mercado de concentrados, tanto em qualidade quanto em variedade.

Se você puder usufruir de um vaporizador para consumir concentrados, você terá uma experiência profundamente diferente e mais versátil do que os vaporizadores comum.

Como a indústria da cannabis continua a aperfeiçoar o futuro dos concentrados, aprimorando perfis e sabores da plantas, a indústria de vaporizadores vai evoluindo na mesma passada, criando ferramentas adequadas para as mais novas espécies.

É divertido pensar no futuro da vaporização.

Quem sabe dizer exatamente quais compostos você está inalando.

Vídeos da mudança molecular da planta enquanto você vaporiza.

O que quer que aconteça as possibilidades são ilimitadas e eu sempre estarei aqui trazendo novidades para vocês.


Fonte:

https://www.leafly.com/news/strains-products/what-does-the-future-hold-for-cannabis-vaporizers